Amigo do coração: que cachorro combina mais com você?

grass-meadow-dog-animal-collie-mammal-830690-pxhere.com

Cientistas já provaram que ter um cachorro, além de ser uma baita responsabilidade, pode fazer bem para saúde. Estudos da Universidade da Comunidade de Virgínia (EUA) garantem que você vai, por exemplo, ficar menos estressado.

E mais jovem. Um cachorro estimula a prática de exercícios e faz com que idosos superem potenciais barreiras, como falta de incentivo, problemas com o clima e preocupações sobre a própria saúde.

Donos de cachorros têm menos pequenos problemas de saúde, como dor de cabeça, febre e resfriados.

E seu cachorro vai fazer bem também para seu coração. Os mesmos estudos apontam que quem tem um amigo em quatro patas costuma ter colesterol menor, assim como melhor pressão arterial, diminuindo as chances de um ataque cardíaco. Isso ocorre porque as pessoas que vivem com o animal costumam se estressar menos e praticar mais exercícios.

Nas crianças os efeitos são menos óbvios. Mas, de acordo com os pesquisadores, o contato com os bichinhos ajuda no desenvolvimento de um melhor sistema imunológico.

E atenção: o contrário acontece com gatos. Quem tem propensão a ter alergia com felinos por perto realmente piora.

Transformações na rotina

A partir do momento em que um cachorro passa a morar na sua casa, tenha certeza de que muita coisa vai mudar: rotina, divisão e espaço e cuidados com a limpeza são só alguns exemplos. Até o orçamento mensal pode sentir uma diferença.

Você sabia que no caso de cachorros de porte médio, de 11 kg a 25 kg, o gasto mensal (ração, banho e tosa, veterinário, antipulgas, vacinas e vermífugos) pode chegar a aproximadamente R$ 278?

Por isso, antes de pensar em ter um cachorro, é preciso saber que essa é uma decisão com impactos em longo prazo, já que alguns amimais podem chegar até os 18 anos de vida.

Pequeno ou grande?

Decisão tomada, será preciso escolher entre diferentes portes, personalidades e raças de cães. A escolha entre macho e fêmea também é importante. Se você tem crianças em casa, lembre-se de ensinar o pequeno a conviver e respeitar o pet.

Como qualquer outro animal, cachorros fazem bagunça, latem, fazem xixi e cocô (e nem sempre no lugar certo), precisam comer, tomar água, passear, e precisam de atenção constante.

Pense bem, você está preparado para seu novo cãozinho?

Para facilitar um pouco sua vida, (sem levar em consideração o porte) separamos as cinco raças mais obedientes de acordo com Stanley Coren, professor da Universidade de Columbia (Canadá).

 

 

 

  1. O líder Border Collie

É uma raça criada há cerca de cem anos na Grã-Bretanha e desenvolvida para que os cães fossem pastores de ovelhas. Muito espertos e ativos, geralmente também são obedientes, mas precisam de bastante atividade para gastar toda a energia que têm.

  1. O fofo Poodle

Na França, ele já caçou patos e foi o queridinho da classe mais abastada por volta de 1.800. Também já foi acompanhante, cão-guia, cão de guarda, puxador de carroças e até atração de circo. Extremamente brincalhão, o Poodle provavelmente é a raça mais popular do mundo.

  1. O Pastor Alemão capa preta

Excelente cão de guarda, a raça aparece em diversas produções da telona, como nos clássicos Rin-Tin-Tin. Ela também rouba a cena no filme K-9 – Um policial bom pra cachorro, com James Belushi, e emociona na ficção científica em Eu sou a lenda, com Will Smith. Diferentemente do que pode parecer – por lembrar um lobo –, o pastor alemão é uma raça recente.

  1. O peludo Golden Retriever

São parecidos com os labradores, porém mais calmos e, por isso, indicados para apartamentos. Fazem amizade facilmente com outros animais e pessoas estranhas. É uma das raças preferidas dos norte-americanos e protagoniza a sequência de filmes de aventura Bud, o cão amigo.

  1. O estiloso Doberman

Excelente cão de guarda, o Doberman tem enorme instinto de proteção e, por isso, costuma desconfiar de estranhos. Sua origem vem da Alemanha e provavelmente do cruzamento entre Pastor Alemão e Pinscher Alemão.

  1. O escocês Sheltie

Essa raça é facilmente adestrada, porque quer agradar seu dono e sua família. É um animal de estimação bastante amável e fiel, que tem origens na Escócia.

  1. O adorável Labrador Retriever

A raça é aquela que fez chorar até quem não gosta de cachorro no filme Marley & Eu, com Owen Wilson e Jennifer Aniston. Muito populares no mundo todo, os labradores são simpáticos e brincalhões.

  1. O pequenino Papillon

Seu nome em francês quer dizer borboleta. Esta raça é bastante ágil e amável, além de obediente. Também foi comum na corte francesa.

  1. O forte Rottweiler

De origem alemã, a raça tem elevados instintos de guarda e alerta, por isso a fama de bravos e até violentos. Não se relaciona facilmente com outros cães. Adora aprender e seu treinamento exige uma pessoa firme.

  1. O Boiadeiro Australiano

Muito fiel ao dono e ativo, o Boiadeiro Australiano pede bastante atividade. Como seu nome diz, sua origem é australiana. Ele é incansável e também mais independente.

Nosso time aqui da Savelli Calçados também tem uma paixão especial por cachorros. E você? Conta pra gente aqui nos comentários.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu Comentário

Fechar Menu